Avaliação de Empresas Fluxo de Caixa Descontado como Plano de Negócios

Avaliação de Empresas pelo método de Fluxo de Caixa Descontado como Plano de Negócios

Utilizar a Avaliação de Empresas pelo método de Fluxo de Caixa Descontado como ponto de partida para seu Plano de Negócios tem como principal vantagem traduzir suas ideias para o mundo real de forma objetiva (Business Plan Valuation DCF)

CONTEXTO

Você consegue se imaginar em uma reunião explicando sua ideia/startup/MVP e se deparando com perguntas que “te quebram as pernas” do tipo:
- “nao entendi seu modelo de receitas, explica melhor?”
- “quais os seus riscos financeiros, que não ficaram claros?”
- “qual o tamanho do seu mercado potencial?”
- “CAGR de isto e aquilo?”
- “ROI? TIR? Payback?”
- “Cenários? Plano B?”
- entre milhares de outras

Seja numa sala encarpetada com ar-condicionado rodeado de ternos e gravatas ou seja em pé num evento ou sentado num bar/café, em algum momento da vida da sua startup você irá se deparar com esta discussão.

Esperamos que você tenha a sorte de se auto-financiar 100% e não depender de aporte externo. Desta forma, não irá passar pelo cenário descrito acima…

INTRODUÇÃO

Nosso objetivo não é discutir qual a melhor forma de fazer o Plano de Negócios (Documento Word completo, Canvas, Dragon Dreaming ou etc). Mas sim deixar claro que é fundamental ter UM Plano de Negócios conceitual na sua cabeça. O ponto de partida e o ponto de chegada. Ações direcionalmente alinhadas e racionais. Pode chamar de modelo de negócios ou MVP ou BETA ou Plano Estratégico etc, mas é fator crítico de sucesso estar documentado de forma objetiva (em Word, papel de pão, etc) qual a demanda que você irá atender, como irá atender e quanto custará atender em determinado horizonte de tempo.

E nossa experiência mostra que utilizar o modelo de Avaliação de Empresas FCD ajuda a ter um “Plano de Negócios” de forma rápida e alinhada a números.

COMO?

De forma rápida e sucinta, a Avaliação de Empresas pelo método de Fluxo de Caixa Descontado significa que o investidor/analista irá avaliar quanto vale sua empresa hoje a partir do que ele “achar” que ela irá gerar de caixa em um determinado período de anos. Em outras palavras: o investidor/analista vai te dizer quanto ele acha que vale sua Startup hoje, imaginando quanto ela irá gerar de caixa em 3 anos. E “caixa” nada mais é do que “dinheiro real na conta do banco no final do mês”.

Independente do estágio de vida da sua ideia/Startup e independente do material que você tenha produzido (Plano de Negócios, modelos financeiros, Scrum, Canvas etc), é possível elaborar um Modelo de Fluxo de Caixa Descontado (FCD). Este modelo nada mais é do que você colocar em um mesmo lugar todas as receitas e despesas que você tem mensalmente com sua ideia/Startup. No final de cada mês, é possível enxergar claramente todo dinheiro que entrou e todo dinheiro que saiu da “conta corrente sua ideia/Startup”. Quanto custa fazer isso? Nada. Use o Excel do Google Drive por exemplo. Quanto tempo leva? Pode levar 30min a dias. Mas 16hs são mais do que suficientes. 16hs no total! São 0,1% do seu tempo no ano!

A complexidade do Modelo FCD, ou seja, a quantidade de variáveis e fórmulas depende do estágio de vida da sua ideia/Startup e do grau de complexidade do seu modelo de receitas. Mas siga a máxima da indústria de consultoria: KISS (Keep It Simple, Stupid!)

COMO MESMO?

A maneira mais fácil de começar é ter claro qual seu Produto/Serviço. Qual a demanda que você irá atender. Em seguida:
1. Abra um Excel e deixe as Colunas A e B livres. Da Coluna C até a Coluna AL, preencha a linha 1 com “1″ até “36″. Estes serão os seus 36 meses.
2. Qual o modelo de receitas? –> na célula A2, escreva “RECEITA”. Da célula B3 em diante, você pode colocar a forma que irá “ganhar dinheiro”. Ou seja, a quantidade de pessoas que irá pagar cada preço unitário da sua Startup. Cada preço unitário é um produto ou serviço ou pacote ou segmento de cliente etc. E lembre-se que você pode considerar iniciar esta cobrança por seu produto ou serviço em qualquer mês dentro dos 36 meses.
3. Quanto custa atender? –> terminado de preencher sua “RECEITA”, comece a preencher seus gastos. Todos. De forma bem simples e pragmática (que nos perdoem os teórios), as despesas operacionais (OPEX) são aqueles gastos para rodar todo mês sua Startup: luz, aluguel, telefone, salários etc. E investimento (CAPEX) é aquele gasto que pode ser “revendido” (um ativo): servidor, carro, computador, mesa etc.

160222_DCF_BP

RESULTADO ESPERADO

Como resultado final, você irá ter um Excel que explica sua Startup por meio de números.

Você pode ter na cabeça, criar comentários nas células do Excel, escrever em papel de pão, colocar em flash ou html, produzir uma apresentação PowerPoint etc (o que funcionar melhor para você) todo o qualitativo que embasou seu Excel.

Você tem um arquivo com modelo de receitas, modelo de custos, plano comercial, segmentação dos clientes, estratégia de CapEx e estratégia de P&S em um horizonte de 36 meses. Você sabendo ou não, tem um arquivo pronto para ter indicadores (KPIs) de todas as naturezas além dos básicos como ROI/TIR, Payback, CAGRs etc. Qualquer investidor/analista bom consegue olhar uma planilha financeira que contenha RECEITA, OPEX e CAPEX e entender sua ideia/Startup. E analisar itens como depreciação, impostos entre outros.

Você consegue apresentar sua ideia/Startup para qualquer pessoa a partir do seu arquivo Excel:
- Pela RECEITA, você explica o modelo de negócios, plano comercial e como irá ganhar dinheiro ao longo de 36 meses
- Pelo OPEX e CAPEX, você consegue explicar quanto gasta para sua empresa atender a demanda proposta no seu público-alvo, ao longo de 36 meses
- E você termina seu discurso com uma fórmula simples que você também terá ao longo dos 36 meses: RECEITA-OPEX-CAPEX = EBITDA. E todos os indicadores que você ou o investidor/analista queira criar. EBITDA neste caso simplificado (que nos perdoem novamente os teóricos) é o quanto sobrou na conta do banco da sua ideia/Startup todo mês.

Você tem em suas mãos seu Planejamento Estratégico ou seu Plano de Negócios via Avaliação de Empresas FCD.